• Carimbo – South American

    Strain aparentemente disseminada pelo Spore Chicks, obtida a partir de cogumelos coletados na Venezuela. A Strain denominada Venezuelan ou Venezuela provavelmente é uma denominação alternativa do South American, e é assim considerada nesse guia.

    Rápido crescimento e altas safras. De tempos em tempos esta Strain fornece alguns cogumelos monstros.

    R$ 25.00 Adicionar
    Compare
  • Carimbo – Vales do Chopim

    Coletada as margens do rio chopim, no município de Pato Branco na região sudoeste do Paraná, foi domesticada no ano de 2012 a partir de carimbo do material selvagem. Inicialmente inoculação dos esporos em meio de cultura bda, após algumas repicagens o micélio rizomórfico foi isolado e inoculado em grãos de pipoca (orgânico).

    Depois de totalmente colonizado o micélio foi alocado em casings com cobertura de turfa e pó de coco. De seus basidiomas foram retirados carimbos e junto com uma placa com o micélio desenvolvido foi enviado para a pró-fungos e alguns cultivadores.

    R$ 25.00 Adicionar
    Compare
  • Carimbo – Chitwan Nepal

    Originalmente encontrado por Baerbel na cidade de Sauraha, perto de Chitwan, área de florestas no Nepal.

    Foi coletado numa época de clima seco, aproximadamente a 3 meses do período mais comum de ocorrência de cogumelos. O espécime encontrado parecia que estava crescendo em esterco de elefante ou de rinoceronte.

    Tamanho especifico: Chapéu: 20-70 mm, Estirpe: 150-200+ mm

    R$ 25.00 Adicionar
    Compare
  • Carimbo – Ecuador

    Vem dos Andes do Ecuador. Foi coletada por B.I.O. em uma atitude de cerca de 3.000 m, perto de Otavalo, por volta de 1990.

    É uma Strain muito robusta que produz grandes colheitas. Conhecida como sendo uma das mais potentes Strains de PC disponíveis.

    É talvez a Strain mais popular de cubensis devido às características clássicas de PC. Caule longo, grosso e carnudo, com um grande Chapéu de cor caramelo-escuro são características dessa Strain.

    É muito fácil de cultivar e produz frutificações iniciais muito boas. Não é um colonizador excepcionalmente rápido, e o micélio geralmente tem um pequeno crescimento rizomórfico entrançado. Mas frutifica muito facilmente e de forma abundante, sem cold-shock.

    Esta Strain é recomendada para iniciantes. Gera safras pesadas com alguns Frutos grandes! Estipe e Chapéu grossos e carnudos. Grandes Frutos nos últimos Flushs. Depositor de Carimbo escuro.

    Segundo John Allen esta strain é da espécie Psilocybe subcubensis.

    R$ 25.00 Adicionar
    Compare
  • Carimbo – Puerto Rico

    Coletada nas florestas de Porto Rico, próximo à cidade de Canovanas, localizada no nordeste da ilha. Tem sido notada pela sua potência.

    Essa Strain pode ser teimosa para alguns. É lenta pra frutificar, mas eles virão! Frutos potentes, mas pequenos. Micélio extremamente Rizomórfico. Colonizador muito agressivo. Chapéu bastante grande que deposita prints escuros.

    R$ 25.00 Adicionar
    Compare
  • Carimbo – A+ Albino

    É uma mutação leucística da A-strain. Quer dizer, não é um Albino verdadeiro, totalmente sem pigmento, mas uma linhagem com menor pigmentação, apresentando cor branca em parte dos ou quase todos os exemplares. Mas mesmo os exemplares brancos têm algum pigmento conforme a parte do Cogumelo. Os Esporos são pigmentados, por exemplo.

    Píleo (Chapéu) variando de creme muito pálido, especialmente no centro, a branco. Muitas vezes com tons azulados, às vezes com um bico afiado central. Estão presentes manchas remanescentes do véu universal, mas discretas contra o Chapéu pálido

    R$ 25.00 Adicionar
    Compare
  • Carimbo – Transkei

    Strain originária da África do Sul, algumas vezes chamada de African Transkei, Transkei/African ou mesmo South African. Foi a primeira Strain de origem africana em circulação. Os Esporos originais foram coletados em 01/2002 em Transkei, na região costeira leste da África do Sul. Os cogumelos que originaram a Strain cresceram em esterco bovino à sombra de árvores.

    São cogumelos de tamanho médio (similares aos da Strain Argentino) e têm uma Haste bastante sólida e um pouco rugosa. Os cogumelos jovens têm chapéu laranja brilhante ou marrom, o qual mais tarde se torna pálido, quase branco. Por causa da cor púrpura dos Esporos os chapéus ficam com um padrão quase único branco/púrpura/dourado.

    O véu permanece conectado ao chapéu por um longo tempo, até se romper e deixar pedaços remanescentes tanto no chapéu como na haste, ao contrário da maioria das Strains de cubensis, em que o véu fica na Haste.

    O micélio é bastante rizomórfico. É um colonizador agressivo de crescimento rápido. O cultivo é como o de outras Strains, apesar de que deve-se esperar certa formação de “overlay”. Cold-shock parece não ter efeito nessa Strain. O “overlay” torna o umedecimento do casing quase impossível, mas o crescimento descontrolado do micélio age como uma barreira protegendo o substrato de contaminação. Boa produção.

    À medida que os cogumelos são colhidos do casing, eles abrem caminho no “overlay” possibilitando novamente o umedecimento. Mostram azulamento extremo quando danificados.

    2 de 5
    R$ 25.00 Adicionar
    Compare
  • Carimbo – Thay Na Muang

    Strain coletada por John Allen na Tailândia.

    Com os frutos grandes e carnudos característicos das Strains tailandesas

    R$ 25.00 Adicionar
    Compare
  • Carimbo – B+

    Essa Strain foi vendida por muitas companhias de Esporos como uma variedade de Psilocibe azurescens de fácil Frutificação, ou como um híbrido azurescens/cubensis. Mas tais alegações são somente marketing. O B+ é uma strain de Psilocybe cubensis. Segundo John Allen o criador da strain foi Mr. G.
    R$ 25.00 Adicionar
    Compare